quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

(...) O quereres

Como começar? Não sei!! Últimamente não ando sabendo muita coisa.
Mas, vamos lá.
Talvez fosse um capricho, deu vontade se saber o gosto que tinha desde a primeira vez. .
Sabe quando você tá andando pela rua e por cima de um muro alto você avista uma manga verde? Então, vc passa muito tempo cobiçando a manga até que ela fique madura. Pois é, depois de algum tempo provei, senti o gosto e vi que ainda estava verde, manga verde só se for com sal. Vai levar um tempo pra que amadureça, não me permito esperar(...)
Vamos ao McDonald's? Amigo secreto me Mc é o que há, comprar lanche pra comer dentro do Cine Marabá no centro também. Nunca tinha ido a um cinema de rua, achei bacana, na verdade pensava que só existia cinema em shopping, tolinha.
Então, adoro o centro de SP, é esquisito, mas um esquisito bonito. Dá um jeito nos mendigos e nos índios tocadores de flauta da Praça da República e fica tudo certo, ainda tenho raiva do mendigo que derrubou meu sorvete(...)
 Vamos pra Morato? Far, far, away? Xurupitas farm? Chame do que quiser, é uma mistura de tudo isso, ia, ia, ooooo.(...)
Boa tarde senhor, fulano, beltrano. O Sr. conhece o Oi Paggo? Conheço, e não quero!!! É, eu também não quero mais... Aviso prévio(...)
Difícil lidar com gente né? Pessoas com gostos e personalidades diferentes: Aquela que conheceu um carinha ontem e hoje já tá manado. Porra, já tá amando? O pior é amar e dizer que odeia com a mesma facilidade. O fã de musica pop, que pode ser seu melhor amigo. A funkeira, barraqueira que perde a linha quando bebe. A que curte de tudo um pouco, mas ama sertenejo. A chorona. A individualista, que quer tudo feito do seu jeito, e que quando não é assim fecha a cara. O menino-homem, aquele que quando necessário sabe se comportar como homem, mas na maioria das vezes age como menino. Personagens do meu livro de memórias, haja psicologia e paciência pra com essa gente.(...)
Vinho barato na praça, Paris, o bar do Paulo, meu aviso prévio acabou e meu extrato bancário teima em chamar o bar do Paulo de Crispiniano Café. Quer dizer.(...)
Fui questionada sobre porque sair? O que eu quero? Sinceramente, não sei o que eu quero. Sumir seria uma boa opção. Alguém me interne no paraíso? Preciso urgente dar um tempo por lá.
Mas, como diz a canção do Lulu: Não é que eu queira mal, apenas não quero mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário